TEACCH: tratamento ajuda na dificuldade de comunicação

Criado nos anos 1960 pelo psicólogo americano Erik Schople, o Tratamento e Educação para Autistas e Crianças com Déficits Relacionados à Comunicação (TEACCH) tem como objetivo trabalhar dificuldades relacionadas ao tema e ensinar habilidades, tanto para a criança autista quanto para aquelas que apresentam algum tipo de atraso no desenvolvimento global. O TEACCH é um método que tem como fundamentos a psicologia linguística, a teoria comportamental e a psicopedagogia.

No Brasil, somos uma das clínicas que utiliza o método. Hoje, o TEACCH é considerado um dos modelos mais completos pelos especialistas. Ele consegue incorporar recursos e estratégias ao dia a dia do paciente com problemas relacionados a comunicação, auxiliando no seu desenvolvimento. Outro ponto positivo é que o TEACCH pode acompanhar o indivíduo até mesmo na fase adulta.

Por ser um tratamento dinâmico, conseguimos adequá-lo às necessidades de cada um, o que traz ótimos resultados. Os principais objetivos do tratamento são: ensinar que cada espaço tem a sua função; ensinar a respeitar os limites visuais; ensinar códigos de comunicação; orientar a seguir uma lógica e transição de trabalho; guiar a rotina com flexibilidade e ensinar habilidades de autocuidados.

Estima-se que hoje, o Transtorno do Espectro Autista atinja 1 a cada 58 crianças no mundo. Vale lembrar que o autismo não deriva de uma causa única, mas sim de um espectro de transtornos que podem variar de acordo com o indivíduo. No geral, pessoas com autismo tem dificuldade no convívio social, apresentam comportamentos repetitivos e, em alguns casos, podem apresentar ansiedade e transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH).